segunda-feira, 30 de julho de 2012

Prefeito Barbosa Neto do PDT foi cassado em Londrina/PR

Os vereadores de Londrina/PR acabaram de cassar o mandato do prefeito da cidade, Barbosa Neto do PDT!!!

Sem prefeito
Barbosa Neto tem mandato cassado em Londrina
Após sessão que durou 12 horas, vereadores cassam prefeito por 13 votos

Com 13 votos o prefeito Barbosa Neto (PDT) teve o mandato cassado na sessão de julgamento desta segunda-feira (30/07/2012).

Após mais de 12 horas de sessão tumultuada, o prefeito de Londrina, Barbosa Neto (PDT), teve o mandato cassado por 13 votos favoráveis, três abstenções, duas negativas e uma ausência. O prefeito foi acusado de omissão e negligência na contratação de seguranças da empresa Centronic, que foram utilizados na guarda patrimonial da Rádio Brasil Sul AM, de sua propriedade.

Assim que chegou no plenário, o prefeito interrompeu leitura do processo, invocou o nome de Deus, apresentou decisão judicial e documentos que comprovariam sua própria inocência. No plenário, o advogado de Barbosa Neto, Rodrigo Sanchez Rios, disse a defesa não teve prazo para recurso já que a data do julgamento foi marcada logo após a entrega do relatório final da CP da Centronic. Ele pediu a suspensão do julgamento alegando "cerceamento de defesa”, já que o prefeito não teve cinco dias úteis para se manifestar após a conclusão do relatório.

A procuradoria da Câmara concluiu que o argumento da defesa do prefeito não se sustenta porque o prazo recursal previsto no Código de Ética da Casa é aberto para interposição em face das decisões da Comissão Processante. O relatório final da CP não é tratado como decisão, mas como parecer, que possui cunho opinativo.

Mas os vereadores aprovaram o relatório final da Comissão Processante da Centronic apontou responsabilidade do prefeito na contratação de vigilantes da empresa de segurança, que teriam sido pagos com dinheiro da Prefeitura de Londrina para trabalhar na rádio da família dele, a Brasil Sul.

Confira os votos de cada vereador:

Amauri Cardoso - sim

Antenor Ribeiro - SIM

Eloir Valença - ABSTENÇÃO

Gerson Araújo - SIM

Ivo de Bassi - SIM

Jacks Dias - SIM

Jairo Tamura - ABSTENÇÃO

Joel Garcia - SIM

José Roque Neto - SIM

Lenir de Assis - SIM

Marcos da Horta - SIM

Roberto da Farmácia do Vivi - NÃO

Roberto Fú - NÃO

Roberto Kanashiro - SIM

Rodrigo Gouvêa - NÂO

Rony Alves - SIM

Sandra Graça - SIM

Sebastião dos Metalúrgicos - ausente

Tito Valle - SIM

Fonte: Bem Paraná

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Operação Erupção | Presos Guaíra | Polícia Federal Paraná

Mais informacoes sobre a Operação Erupção da Polícia Federal do Paraná com os presos em Guaíra/PR

Operação Erupção prende policiais federais em Guaíra

A Polícia Federal desencadeou hoje (06/07/2012) em Guaíra e região, a Operação Erupção, com o objetivo de desarticular grupo composto por policiais federais e empresários suspeitos de facilitar o contrabando e descaminho de mercadorias em área de fronteira, recebendo vantagens financeiras de criminosos para deixar de combater as ações ilícitas por eles praticadas, cometendo, inclusive, o crime de lavagem de dinheiro.

Foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva e 16 ordens de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal de Curitiba, nos municípios de Guaíra, Londrina e Francisco Alves, todos no estado do Paraná.

Investigações realizadas pela Polícia Federal, que tiveram início há um ano, demonstraram que a lavagem de dinheiro ocorria de diversas maneiras: parte dos investigados aplicava os recursos no mercado imobiliário com a compra de imóveis na região de Guaíra e na construção de empreendimentos. Outra parte investia em franquias no Paraguai. Por fim, outro núcleo é suspeito de desvio de mercadorias que deveriam ser apreendidas em ações da PF.

Verificou-se que os integrantes da quadrilha teriam movimentado cerca de três milhões de reais, por meio da aquisição de imóveis em nome de terceiros, contas laranja, além da montagem de negócios no Paraguai para dificultar a identificação da origem ilícita da verba.

A PF obteve autorização para o bloqueio de bens e valores de pessoas físicas e jurídicas ligadas ao grupo criminoso.

Os servidores públicos envolvidos responderão a processo administrativo, com afastamento preliminar das funções, podendo acarretar em pena de demissão.

Os crimes investigados são: lavagem de dinheiro, corrupção, prevaricação, peculato, contrabando e descaminho, concussão e abuso de autoridade.

Os presos permanecerão custodiados na Superintendência Regional da Polícia Federal no Paraná.

Fonte: Tribuna do Norte

Policiais federais suspeitos de facilitar contrabando são presos, diz PF
Operação foi realizada em Guaíra; 3 policiais e um delegado foram presos.
No total, os integrantes teriam movimentado cerca de R$ 3 milhões.

A Polícia Federal (PF) realizou, entre a madrugada desta sexta-feira (6/07/2012) e o início da manhã, a operação batizada de 'Erupção', desencadeada para desarticular um grupo composto por policiais federais e empresários suspeitos de facilitar o contrabando e descaminho de mercadorias em Guaíra, no oeste do Paraná. Três policias federais e um delegado que atuam na região foram presos. Outras 16 ordens de busca e apreensão foram cumpridas em Londrina e Francisco Alves.

Os presos vão responder a processo administrativo, com afastamento preliminar das funções, podendo acarretar em pena de demissão. Outros empresários suspeitos de participar do esquema também estão sendo investigados.

Ainda segundo a PF, o grupo era investigado há um ano e é suspeito de receber vantagens financeiras de criminosos para deixar de combater as ações ilícitas por eles praticadas, cometendo, inclusive, o crime de lavagem de dinheiro.

Segundo a PF, parte dos investigados aplicava os recursos no mercado imobiliário com a compra de imóveis na região de Guaíra e na construção de empreendimentos. Outra parte investia em franquias no Paraguai. No total, os integrantes teriam movimentado cerca de R$ 3 milhões.

Os crimes investigados são lavagem de dinheiro, corrupção, prevaricação, peculato, contrabando e descaminho, concussão e abuso de autoridade.


Fonte: G1

PF deflagra operação em Guaíra; morador de Londrina é um dos suspeitos

Uma operação da Polícia Federal (PF) desencadeada em Guaíra, na manhã desta sexta-feira (06/07/2012), teve ações também em Londrina. Um mandado de busca e apreensão deveria ser cumprido na cidade, mas o envolvido não foi encontrado no endereço apontado.

A Operação Erupção foi lançada para desmanter uma quadrilha composta por policiais federais e empresários suspeitos de facilitar contrabando e descaminho de mercadorias na área da fronteira. Quatro mandados de prisão preventiva e 16 de buscas foram expedidos.

O delegado da PF em Londrina, Elvis Secco, explicou que a ação em Londrina não teve resultados. Uma equipe foi enviada ao Residencial Alphaville, mas a pessoa procurada teria se mudado. O suspeito mantém uma loja no Paraguai e teria um papel de destaque na quadrilha.

Ele trabalharia na corrupção de servidores públicos para que o contrabando pudesse ser transportado. Secco acredita que a pessoa esteja no Paraguai.

As investigações começaram há cerca de um ano e desmonstraram que os acusados faziam a lavagem do dinheiro gerado nos negócios ilegais de diversas maneiras, como em aplicações no mercado imobiliário e em franquias no Paraguai.

Através do uso de laranjas, os suspeitos teriam movimentado cerca de R$ 3 milhões.

Fonte: O Diario

Funcionário dos Correios é preso | Polícia Federal em Londrina


A Polícia Federal em Londrina desmantelou na manhã desta quinta-feira (05/07/2012) uma quadrilha que desviava mercadorias dos Correios na cidade. Entre as três pessoas já detidas, uma delas é funcionária dos Correios. A identidade dos envolvidos ainda não foi revelada.

Os integrantes do grupo armavam um esquema com nomes e endereços falsos na cidade para receber aparelhos de telefones celulares e chips de celulares de uma indústria do Rio de Janeiro.

De acordo com a PF, as mercadorias eram desviadas e entregues para quadrilhas de ladrões especializados em roubo a bancos e até para pessoas, que provavelmente estão presas

Assista ao video clicando aqui.

Fonte: Bonde

PF prende funcionário dos Correios suspeito de desviar mercadorias

Ele e mais dois homens são acusados de participar de um esquema de desvio de chips e aparelhos de celular. Os três vão responder por peculato e falsidade ideológica

A Polícia Federal (PF) de Londrina prendeu em flagrante um funcionário dos Correios e mais duas pessoas, por volta do meio-dia desta quinta-feira (05/07/2012). Os três são acusados de envolvimento em um esquema de desvio de chips e aparelhos celulares, provenientes do Rio de Janeiro.

De acordo com o delegado da PF em Londrina, Elvis Secco, os dois homens teriam aliciado um carteiro para que participasse do esquema, em troca de receber um valor determinado por cada aparelho ou chip entregue. A mercadoria era comprada pela internet, no nome de pessoas que não moram em Londrina. “Outros envolvidos no esquema conseguiam CPF e RG dessas pessoas e passavam para que esses dois comprassem os celulares no nome desses ‘laranjas’. Os que prendemos hoje são só a ponta do iceberg, com certeza tem mais gente envolvida.”

O delegado explicou que o carteiro preso pedia para que, no momento da compra, fossem dados como endereços de entrega locais que estavam dentro de sua rota de trabalho. “Ele fazia as entregas normais do dia e entrava em contato com os bandidos por telefone para entregar os celulares e chips. A identificação do material era fácil, já que o envelope era característico.”

O esquema existia desde o ano passado e, de acordo com a Polícia Federal, tinha como objetivo enviar celulares para presidiários, além de assaltantes e traficantes. “Mesmo que a polícia rastreasse, nunca ia chegar neles, porque os celulares estavam em nome de pessoas inocentes”, acrescentou Elvis Secco.

Os três presos responderão por peculato e falsidade ideológica. Até a tarde desta quinta-feira (05/07/2012) eles permaneciam na Delegacia da Polícia Federal.

Fonte: Gazeta do Povo

Funcionário dos Correios é preso por desviar mercadorias

A Polícia Federal (PF) em Londrina prendeu em flagrante um funcionário dos Correios e mais duas pessoas, no final da manhã de ontem (05/07/2012), acusados de envolvimento em um esquema de desvio de chips e aparelhos celulares, provenientes do Rio de Janeiro.

De acordo com o delegado chefe da PF em Londrina, Elvis Secco, os dois homens teriam aliciado um carteiro para que participasse do esquema, em troca de receber um valor determinado por cada aparelho ou chip entregue.

A mercadoria era comprada pela internet, no nome de pessoas que não moram em Londrina. “Outros envolvidos no esquema conseguiam CPF e RG dessas pessoas e passavam para que esses dois comprassem os celulares no nome desses ‘laranjas’.”

O delegado explicou que o carteiro preso pedia para que, no momento da compra, fossem dados como endereços de entrega locais que estavam dentro de sua rota de trabalho. O esquema existia desde o ano passado e, de acordo com a Polícia Federal, tinha como objetivo enviar celulares para presidiários, além de assaltantes e traficantes. Os três presos responderão por peculato e falsidade ideológica.

Fonte: Jornal de Londrina

PF prende carteiro que fornecia celulares a bandidos em Londrina

A Polícia Federal desmantelou uma quadrilha que fornecia celulares para bandidos em Londrina e região. Na manhã desta quinta-feira (05/07/2012), três pessoas foram presas, entre elas um carteiro dos Correios.

O delegado Elvis Secco explicou que dois criminosos aliciaram o funcionário dos Correios para que ele desviasse cargas específicas. Com os nomes dos proprietários das casas por onde o carteiro passava, eles compravam celulares da empresa OI no Rio de Janeiro.

Quando os produtos chegavam, o profissional combinava um local durante o expediente para fazer a entrega aos bandidos. Segundo a Polícia Federal, os aparelhos telefônicos chegaram às mãos de detentos e outros criminosos soltos envolvidos em delitos, como contrabando, assaltos e tráfico.

A denúncia foi feita pelos funcionários dos Correios há cerca de dois meses. Na manhã desta quinta-feira (05/07/2012), os três foram detidos quando faziam o desvio de uma carga na Avenida Maringá no cruzamento com a Rua Dom Bosco.

Os nomes dos detidos não foram revelados. Inicialmente, eles foram denunciados por peculato e falsidade ideológica.

Fonte: O Diario

quinta-feira, 5 de julho de 2012

Traficantes Presos Helicóptero | Acopiara | Polícia Federal Ceará


Quadrilha é presa quando jogava cocaína de helicóptero em Acopiara no CE
Oito traficantes foram presos e 187 quilos de cocaína foram apreendidos.
Operação realizada em Acopiara apreendeu ainda R$ 26 mil com os traficantes.

video

Uma operação da Polícia Federal com apoio da Polícia Militar prendeu nesta quarta-feira (04/07/2012) oito traficantes de drogas e apreendeu 187 quilos de cocaína pura que estava sendo jogada por um helicóptero em Acopiara, a 345 km de Fortaleza, segundo o Coronel Hervano Macedo, do Comando de Policiamento do Interior. Os traficantes foram levados para a delegacia regional de Iguatu, onde o flagrante será conduzido pela Polícia Federal.

De acordo com Macedo, a Polícia Federal estava investigando a quadrilha de tráfico de drogas há cerca de três meses e pediu o apoio da Polícia Militar para a captura dos traficantes. Na tarde desta quarta-feira (04/07/2012), a polícia prendeu em flagrante cinco homens que recebiam a droga que era jogada por um helicóptero na zona rural de Acopiara.

Os suspeitos que estavam no helicóptero foram perseguidos pela Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), mas acabaram fugindo e sendo capturados em Picos, no Piauí, onde o helicóptero pousou."Os que estavam no helicóptero fugiram, apesar de terem sido perseguidos pelo Cioaper. Mantivemos contato com as polícias de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Piauí para colocar policiamento aguardando nos areoportos", explicou o coronel.

Três traficantes que estavam no helicóptero foram presos, sem apresentar reação. Com eles, foram apreendidos R$ 26 mil. Coronel Macedo explicou que a investigação é da Polícia Federal, mas que a polícia trabalha com a hipótese de que a droga vinha de São Paulo.


O comandante do CPI não soube informar quantos homens da Polícia Federal estavam na operação, mas disse que eram 50 policiais militares investidos na ação, sendo 30 da Polícia Militar de Iguatu, oito do CPI, oito do Batalhão de Choque e quatro do Ciopaer. De acordo com ele, oito policiais do Piauí prenderam os suspeitos.

Os traficantes devem ser enquadrados em formação de quadrilha e tráfico de entorpecentes, segundo o coronel. A pena prevista para formação de quadrilha é de um a três anos de reclusão. Já a pena prevista para tráfico de drogas é de cinco a 15 anos de reclusão.

Fonte: G1 - Ceará

Operação da PF em Acopiara prende traficantes e apreende 225 quilos de cocaína

A Polícia Federal apreendeu no final da tarde desta quarta-feira (04/07/2012), em Acopiara, cerca de 225 quilos de cocaína, que foi deixada por um helicóptero, durante um voo rasante numa localidade da zona rural do município.

Cinco homens ao tentarem pegar a droga, acabaram sendo presos. Três deles são do município de Acopiara, um do Espírito Santo e outro do Estado do Paraná.

De acordo com a polícia, logo após se desfazerem da droga, três elementos empreenderam fuga na aeronave, e foram perseguidos por um helicóptero do Ciopaer até a cidade de Picos, no interior do Piauí, onde foram presos. Além da droga a polícia ainda apreendeu a quantia de R$ 26 mil dentro da aeronave.

A operação foi comandada pelo Delegado Federal Yuri Dantas. Os acusados foram levados para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu, e vão responder pelos crimes de tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Fonte: Iguatu Notícias

Operação da PF em Acopiara prende traficantes e apreende 225 quilos de cocaína

A Polícia Federal apreendeu no final da tarde desta quarta-feira (04/07/2012), em Acopiara, cerca de 225 quilos de cocaína, que foi deixada por um helicóptero, durante um voo rasante numa localidade ainda não informada pela polícia.

Também foram presos cinco elementos, sendo três do município de Acopiara/CE, um do Espírito Santo e outro do estado do Paraná.

De acordo com a polícia, logo após se desfazerem da droga, os elementos empreenderam fuga, e foram perseguidos por um helicóptero do Ciopaer até a cidade de Picos, no interior do Piauí, onde foram presos.

A operação foi comandada pelo delegado federal, Yuri Dantas. Os acusados foram levados para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu, e vão responder pelos crimes de tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Fonte: Ceará em Rede

Antes de ser preso, acusado de tráfico tirou foto com cocaína em helicóptero

Na manhã de ontem (4/07/2012), horas antes de ser preso, um dos tripulantes do helicóptero usado no transporte de 200 kg de cocaína posou para foto, dentro da aeronave, junto com os pacotes da droga, dispostos ao chão. O helicóptero cumpriu uma extensa rota antes de ser interceptado pela polícia em Picos. Só nos últimos dois dias, ele passou pelos estados de Mato Grosso, Tocantins, Bahia, Ceará e Piauí, possivelmente entregando carregamentos de cocaína.

Os três homens que estavam a bordo da aeronave foram presos, acusados de tráfico de drogas. A foto foi tirada durante uma parada do helicóptero para reabastecer e foi encontrada pela polícia num tablet em poder dos acusados. "Essa foto foi tirada ontem, por volta das 9 horas, possivelmente, em Bom Jesus (PI)", disse o coronel Wagner Torres, comandante do 4° Batalhão da Polícia Militar, que coordenou a operação em Picos.

A foto encontrada num tablet em poder dos acusados; ao chão, os pacotes com 200 kg de cocaína

Se a foto foi mesmo tirada em Bom Jesus, o helicóptero carregado de cocaína passou pelo Piauí também antes de despejar a droga em Iguatu, no Ceará, aproximadamente 9 horas antes do cerco da polícia. O coronel Torres conta o que ouviu dos presos. "Eles deixaram os sacos próximos, numa área deserta, foram abastecer e retornaram para pegar", relatou.

O homem que aparece na foto é Felipe Ramos Moraes, 25 anos. Ele foi preso junto com Alexandro de Oliveira Pinho, vulgo "Alemão", 33 anos; e José Tadeu dos Santos, 52 anos. Todos são naturais da cidade de São Paulo (SP).

Os presos, Alexandro, Felipe e José Tadeu (da esquerda para direita)

Segundo o coronel Torres, Felipe disse à PM que é o dono do helicóptero e que possui ainda outra aeronave. "Ele disse que o helicóptero foi fretado; não confessa o crime. Diz que não sabia do que se tratava, atribui aos outros, mas, além da foto, tem mais coisas que complicam ele, que não podemos falar agora", afirmou.

O trio foi conduzido para a Delegacia Regional de Iguatu, na madrugada de hoje (05/07/2012), por volta das 5 horas. O recambiamento foi supervisionado por um comandante da polícia cearense, o coronel Macedo. Somente um dos presos, José Tadeu, já tinha passagem pela polícia, por um homicídio ocorrido em Belo Horizonte (MG).

A PM calcula que os 200 kg de cocaína estejam avaliados em R$ 2,2 milhões. Refinada e transformada em crack, a droga renderia R$ 15 milhões.

Além do tablet, foram apreendidos, na aeronave: 5 celulares, 1 notebook, R$ 29.677 em espécie, R$ 12.263 em cheque e 9 cartões de crédito.

Fonte: Blog Guarda Noturno

Helicóptero que pousou em praça de pedágio é apreendido com 200 kg de drogas

O helicóptero que pousou no final de maio na praça de pedágio da PR 317 em Floresta (a 30 km de Maringá), foi apreendido na noite desta quarta-feira (5/07/2012) no Ceará, em uma operação das Polícias Militar e Federal, por estar lançando drogas em um matagal na zona rural da cidade de Acopiara. Oito pessoas foram presas e cerca de 200 kg de cocaína foram apreendidos.O helicóptero, de prefixo PR-HDA, teria feito um voo a baixa altitude na zona rural de Acopiara, quando os tripulantes aproveitaram para lançar diversos pacotes da aeronave. Nos pacotes, segundo a polícia, havia cocaína pura. O grupo vinha sendo investigado pela Polícia Federal há cerca de três meses e foi montado um cerco, inclusive com uso de helicópteros, para capturar os traficantes.

Um paranaense foi preso na operação. Segundo a polícia, trata-se de Derci Guelci Malheiros, de Colorado. O chefe da quadrilha, o cearense Marcílio Alves Feitosa, também foi detido, juntamente com o irmão dele, Cícero Alves Feitosa.

Pouso estranho

O pouso do helicóptero na praça de pedágio de Floresta chamou a atenção tanto pelo inusitado da situação quanto por uma informação que foi repassada pelo piloto e depois desmentida por autoridades. Segundo a concessionária Viapar, o piloto se identificou como sendo militar e que a aeronave seria do Exército, informação que foi negada por autoridades das Forças Armadas.

O helicóptero é licenciado no Paraná.

Assista o vídeo com o momento do pouso do helicóptero na praça de pedágio de Floresta clicando aqui.

Cerco aéreo e terrestre: Apreendida cocaína jogada de helicóptero em Acopiara

Cerca de 200 quilos da droga foram lançados pela aeronave em um sítio, em Acopiara/CE. O bando acabou preso

Numa ação policial cinematográfica, com direito a tiroteio, cerco e perseguição interestadual por terra e pelo ar, as polícias Militar e Federal do Ceará e Piauí capturaram, na noite de ontem (04/07/2012), uma quadrilha de traficantes de drogas nos dois Estados e apreenderam um volume recorde de aproximadamente 200 quilos de cocaína, lançados de um helicóptero em um matagal na zona rural de Acopiara (345Km de Fortaleza). Oito pessoas estão presas e a aeronave dos criminosos apreendida na cidade de Picos (PI).

Segundo o comandante do Policiamento do Interior, da PM cearense, coronel Hervânio Macedo Júnior, no fim da tarde de ontem, a PF pediu o apoio da Polícia Militar em Iguatu, o 10º BPM (a 384Km da Capital), para o cerco aos traficantes. Havia a informação de que o bando chegaria de helicóptero ao vizinho Município de Acopiara com um grande carregamento de cocaína. A droga era procedente de São Paulo e iria abastecer várias cidades do Ceará e do Piauí.

Fuga

O cerco policial ocorreu por volta de 18 horas, quando um helicóptero branco, de prefixo PR-HDA, licenciado no Paraná, fez um voo rasante no Sítio Córrego, na zona rural de Acopiara, e seus tripulantes jogaram do alto dezenas de pacotes contento cocaína pura. A manobra da aeronave foi rápida, assim como o cerco da PF e PM. No momento em que a aeronave deixou o local, outros dois helicópteros, sendo um da Polícia Federal e outro da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) iniciaram a perseguição no ar.

Em terra, os agentes federais e o efetivo do 10º BPM, sob o comando do major Natanael Cavalcante, prenderam cinco membros da quadrilha. Entre os capturados está o homem apontado como chefe da quadrilha, o cearense Marcílio Alves Feitosa, que havia saído de um presídio nesta Capital na semana passada. Ele é tido como de alta periculosidade e responsável por crimes de tráfico interestadual de drogas, assaltos a bancos e carros-fortes.

Junto com Marcílio Feitosa foi preso, em Acopiara, o irmão dele, Cícero Alves Feitosa; além de outros três homens identificados como Aurino Patrício do Nascimento (também cearense), Derci Guelci Malheiros, de Colorano, Paraná; e Fernando Dizzi, de Linhares, Espírito Santo.

Perseguição

Com parte da quadrilha já capturada no Ceará e a droga apreendida, a preocupação das autoridades foi não permitir que o restante do bando conseguisse escapar no helicóptero. As aeronaves da PF e da Ciopaer prosseguiram na perseguição ao aparelho ocupado pelos traficantes e forçou o pouso dele no aeroporto da cidade de Picos (PI), onde mais três pessoas acabaram sendo detidas. Seus nomes não foram ainda revelados pelas autoridades.

Foi a maior apreensão de cocaína no Nordeste nos últimos dois anos, segundo a Polícia Federal. A droga, oriunda de São Paulo, teria sido ´encomendada´ por Marcílio Alves Feitosa.

Em Fortaleza, a operação foi acompanhada pessoalmente pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco José Bezerra; e pelo comandante-geral da PM, coronel Werisleik Pontes Matias.

Conforme o comandante do CPI, coronel Macedo, o cerco aos criminosos teve êxito graças à integração das policias de todo o Nordeste através da operação ´Divisas Seguras´.

Fonte: Mais FM
video